E-familyblog
SEARCH THIS BLOG |  SEARCH ALL BLOGS |  DENOUNCE THIS BLOG |  NEXT BLOG    |  Create a Blog |  E-familyblog  

SONHO ENCANTADO

BEM-VINDAS AO MEU BLOG!


   Sintomas da Gravidez... [29/10 19:38]   

Não é só pelo enjoô que uma gravidez é caracterizada. Conheça outros sintomas comuns e aprenda a lidar com eles... Em novelas ou filmes, basta a mocinha olhar para um alimento, sentir enjôo e sair correndo para o banheiro para os telespectadores concluirem: "Ah, ela está grávida!". Ou, ainda, a gestação é descoberta quando ela percebe que o ciclo menstrual "sempre tão regulado" esta alterado..Essas representações criam no imaginário popular a idéia de que os únicos sintomas relacionados à gravidez são enjoôs, vômitos, interrupção da menstruação e, é claro, a barriga crescendo. Sim, esses são os mais comuns e realmente costumam aparecer no comecinho da gestação,mas nem de longe podemos considerá-los os únicos a acompanhar a futura mamãe nessa "aventura". Que o digam as gestantes, que podem notar inchaços, as mamas sensíveis, vontade constante de urinar... Pois é, carregar o rebento na vida real provoca muito mais sensações do que o espectador pode imaginar! A DESCOBERTA O primeiro sinal de que a mulher está preparando um bebê é o atraso menstrual. Depois , podem surgir as náuseas, os enjoôs e a sensibilidade das mamas.Esses sintomas não são tão imediatos. Eles aparecem em decorrência do aumento do hormônio betahCG (b-HCG), produzido pela placenta, no corpo da mulher.No caso de uma gestação múltipla, sente-se mais náuseas, afinal, há mais de uma placenta liberando o hormônio. Como a produção deste só ocorre quando a mulher está grávida, é justamente a sua presença no sangue que confirma, de fato, que o rebento está a caminho. Além do b-HCG, outro hormônio produzido em larga escala durante a gestação e que tem relação direta com alguns sintomas típicos do período é a progesterona, liberada pelos ovários das gestantes.

Antes de se desesperar, conheça os sintomas mais comuns referentes à gestação e a forma de aliviá-los!

Enjoôs e vômitos

Em geral, acompanham a gestante nos três primeiros meses. Um dos principais motivos é que a quantidade de hormônio b-hCG dobra a cada dois dias, atingindo o seu valor máximo e normalizando-se entre o 3º e o 4º mês de gestação. Por isso, é depois desse período que os sintomas tendem a melhorar.

Para não sofrer com náuseas, a dica é comer em pequenas quantidades, várias vezes ao dia.

Cãimbras

Elas são causadas pela contratura muscular da gestante, uma ocorrência muito comum na gravidez. As cãibras são a expressão de uma maior irritabilidade neuromuscular, causada por leve deficiência de cálcio. Não trazem problemas e são corriqueiras. è recomendado a prática de exercícios físicos e a ingestão de alimentos ricos em potássio como a banana e a laranja para aliviá-las.

Dor nas mamas

Surgem, principalmente, por causa da retenção de líquido e da progesterona presente no organismo. A dica é garantir uma boa sustentação aos seios. A futura mamãe pode, inclusive, dormir com um top.

Salivação excessiva

Esse sintoma é chamado sialorréia, e que não há formas de aliviá-lo. A gestante sente a necessidade de cuspir o tempo todo.

Hemorróidas

Conforme o útero vai crescendo, comprime alguns vasos, como a veia cava, que drena todo o sangue da parte baixa do corpo predispondo a formação de hemorróidas. A prisão de ventre comum duarante a gestação, obriga a mamãe a fazer mais força no momento de evacuar, o que também resulta no problema.

O melhor a fazer é manter uma alimentação saudável, com bastante fibras, além de ingerir muito líquido para evitar a obstipação.

Varizes

Também está relacionada com o aumento do útero, que exerce pressão nas veias responsáveis por drenarem os membros inferiores. Com a falha da circulação, muitas mulheres apresentam varizes nas pernas. Outra possível causa é o ganho de peso excessivo.

Para evitar este incômodo, a parturiente deve, ficar de olho na balança e usar meias elásticas.

Inchaço

É ocasionado, principalmente, por causa da retenção de líquidos. A veia cava comprimida também favoreceo inchaço, pois o sangue tem mais dificuldade para voltar para a circulação e fica acumulado na parte inferior do corpo, ou seja, nas pernas.

Praticar atividade física, alivia os edemas, já que estimula a circulação, è recomendado as gestantes , não ingirir sal em excesso, tomar bastante água , usar meias elásticas e fazer drenagem linfática.

Estrias

São decorrentes do crescimento rápido dos órgãos, para o qual a pele não esta preparada. Assim, podem aparecer, sobretudo, no abdome(devido ao crescimento da barriga) e nas mamas (se incharem muito). Ganho de peso excessivo, gestação múltipla ou bebê muito grande podem acentuar o problemas. É recomendado o uso de cosméticos próprios, indicados pelo obstetra.

Azia

Por causa da progesterona, o estômago fica mais relaxado e lento, armazenando comida por mais tempo. Assim, ocorre muito refluxo do ácido do estômago para o esôfago, o que resulta em azia ou queimação. A gestante precisa evitar ingerir líquidos durante as refeições e não deve detar logo após comer. Às vezes opta-se pelo uso de medicações para atenuar o sintoma. O leite gelado alivia um pouco.

Manchas no rosto

È um sintoma comum, relacionado aos hormônios da gravidezque aumentam a pigmentação da pele. A recomendação é, desde o ínicio da gravidez, evitar tomar sol no rosto para não desenvolver as manchas. Passar protetoir solar é fundamental!

Poliúria(vontade frequente de urinar)

À medida que o útero cresce, comprime a bexiga e, consequentemente, a mulher sente vontade de urinar a todo o momento, um sintoma absolutamente comum.

Sangramento gengival

è um outro sintoma normal, resultante do aumento da vascularização em todas as mucosas. Assim, a futura mamãe pode notar sangramento quando utiliza o fio dental. Uma boa higiene bucal é extremamente importante. Mesmo que sangre deve-se passar o fio dental, além de visitar o dentista periodicamente, para realizar a limpeza.

Sensação de falta de ar

Acomete a gestante mais para o final da gravidez, quando o útero está grande. A gestante sente que precisa se esforçar mais para realizar os movimentos da respiração. Se deitar com a barriga para cima,essa sensação pode se acentuar, pois o útero comprimirá a veia cava.Deitar de lado, principalmente do lado esquerdo já é uma boa opção para aliviar o sintoma.

Desejo ou aversão por certos alimentos

Por causa das modificações resusltantes da gravidez, a grávida pode apresentar alterações no olfato e no paladar, levando a preferência por certos alimentos.

Escurecimento dos mamilos

Ocorre escurecimento do mamilo e da aréola devido a hiperpigmentação. Esta modificação, é muito importante no preparo para o aleitamento, pois as modificações protegem o mamilo das fissuras.

Depois do parto, ele volta a clarear.

Dor nas costas

Devido ao aumento do útero durante a gravidez, a coluna acentua a lordose e esta sobrecarga gera dor nas costas. Para melhorar,é importante realizar alongamentos, exercícios físicos para fortalecer a musculatura e dormir na posição adequada, isto é, do lado esquerdo com o travesseiro entre as pernas. Caso estas medidas não aliviem a dor nas costas das futuras mamães, pode-se solicitar a ajuda de um fisioterapeuta.

Fraqueza e sono

São sensações comuns, especiamente no início da gestação. Conforme a gravidez se desenvolve, são tantas as modificações no organismo que a futura mamãe fica mais cansada. A resposta  para esses sintomas é simples: Dormir! O sono é normal e, enquanto a mamãe descansa, o crescimento do bebê é favorecido.

Obstipação ou intestino preso

A progesterona, hôrmonio produzido durante a gestação, causa a retenção de líquido em vários órgãos, inclusive no intestino. Por isso, ele fica mais lento. Outro fator que dificulta a digestão é que o esvaziamento do estômago também fica mais devagar no período gestacional. A alimentação é uma grande aliada no alívio do sintoma. È recomendado tomar bastante líquido e fazer uma dieta bem laxativa. Ainda assim, muitas vezes é necessário fazer o uso de laxantes.

 



   Trackbacks

TRACKBACK URL: http://www.e-familyblog.com/trackback/11834

   Comentários
muita cuspideira
gostaria de saber,cuspir muito tem haver com gravidez.
Escrito por: iranilva pereira dos santos | 16/12 12:37

Salivação excessiva
Da muita valtade de cospir?
Escrito por: linda | 17/06 1:45

muito obrigado
muito obrigada pela informaçõa
Escrito por: daniela | 24/11 14:52


   colocar um comentário
Nome:


EMail:


Título:


Comentários:


Código:
A service of e-familyblog.com, powered by E-familynet